Você está aqui:  Casa  /   Notícias

Notícias

Slide1



Guia alimentar para população brasileira

O Ministério da Saúde (MS) elaborou uma nova edição do Guia Alimentar da População Brasileira. O Guia orienta os brasileiros sobre os cuidados com a saúde e como manter uma alimentação saudável e balanceada. A recomendação é pelo consumo de alimentos frescos e de procedência conhecida. Há o incentivo ao uso de alimentos in natura, como carnes, verduras, legumes e frutas como base para alimentação. O manual também recomenda que as pessoas deem preferência as refeições caseiras e evitem a alimentação em redes de fast food.

O Guia servirá como base para todas as ações que visam a promoção a Saúde, assim como para prevenção e tratamento das doenças crônicas, tais como Diabetes e Hipertensão. Para que o Guia Alimentar venha de encontro as necessidades da população brasileira, com hábitos cultural e alimentar tão diversificados se faz necessária a participação ativa de todos.

www.saude.gov.br/consultapublica.



 V Congresso Mineiro de Alimentação e Nutrição

COMAN

II Congresso Nacional de Alimentos e Nutrição (CONAN) e V Congresso Mineiro de Alimentação e Nutrição (COMAN) será realizado em Ouro Preto, no período de 31 de março a 04 de abril de 2014.

O tema do Congresso será “Saúde e Tecnologia: Desafios para o Século XXI” e tem como objetivo promover um amplo debate sobre tecnologias para as áreas de saúde, alimentos e nutrição, discutindo sua aplicabilidade, formas de avaliação e de comunicação.

Além das conferências e mesas-redondas, onde teremos a participação de pesquisadores nacionais e internacionais, o Congresso terá minicursos, exposição de pôsteres e sessões de apresentação de trabalhos orais de modo a permitir a atualização profissional; promover a integração do desenvolvimento científico/tecnológico/inovação e a área de alimentos, alimentação e nutrição; permitir a divulgação dos trabalhos científicos da comunidade de pesquisa e estimular a participação de jovens pesquisadores.

http://www.enut.ufop.br/conan/v2/public/site/



Novas regras para rotulagem de alimentos

29 de janeiro de 2014

Você sabe o que é um alimento light? E o que significa um produto “rico em”? E com “alto teor de”? Ajudar o consumidor a entender essas e outras alegações, bem como auxiliar no consumo mais adequado às necessidades nutricionais é o objetivo da RDC 54/2012 da Anvisa. Desde 1º de janeiro de 2014, os rótulos de todos os alimentos produzidos no Brasil devem estar adequados à Resolução, que alterou a forma de uso de termos como light, baixo, rico, fonte, não contém, entre outros.

Os alimentos que trouxerem na rotulagem a alegação light, por exemplo, devem ser reduzidos em algum nutriente. Ou seja, o termo só poderá ser empregado se o produto apresentar redução nutricional em comparação com a versão convencional.

A norma estabelece, ainda, critérios para o uso das alegações de fonte e alto teor de proteínas, que receberam a exigência de comprovação adicional de critério mínimo de qualidade. “Essa determinação tem por objetivo proteger o consumidor de informações e de práticas enganosas”, afirma a Gerente de Produtos Especiais da Anvisa, Antônia Aquino.

A regulamentação também criou oito novas alegações nutricionais Para isso, foram desenvolvidos critérios para alimentos isentos de gorduras trans, ricos em ômega 3, ômega 6 e ômega 9, além dos sem adição de sal.

De acordo com Antônia, essas alegações foram estabelecidas com o intuito de estimular a reformulação e desenvolvimento de produtos industrializados mais adequados do ponto de vista nutricional.

A RDC exige, também, o uso de esclarecimentos e advertências relacionados ao uso de uma alegação nutricional de forma visível e legível nas embalagens, com o mesmo tipo de letra da alegação nutricional. Devem ter cor contrastante com o fundo e, pelo menos, metade do tamanho da alegação nutricional.

Ainda segundo a Gerente, a nova regulamentação adequou as normas brasileiras às regras do Mercosul. “A medida incorpora à legislação nacional a norma de Informação Nutricional Complementar acordada no âmbito do Mercosul, o que deve facilitar a circulação dos alimentos entre os países integrantes do bloco”,

http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/630a98804d7065b981f1e1c116238c3b/Resolucao+RDC+n.+54_2012.pdf?MOD=AJPERES

Criada Federação Interestadual dos Nutricionistas

A entidade foi fundada durante assembleia realizada no dia 26, em São Paulo, com o objetivo de defender os direitos da categoria e fortalecer os sindicatos que a compõem.
28/10/2013

Em assembleia realizada no sábado (26/10), em São Paulo, foi criada a Federação Interestadual dos Nutricionistas dos Estados de Alagoas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco e São Paulo (Febran).  “Estamos criando uma entidade para atuar na defesa dos nutricionistas e no fortalecimento dos sindicatos a compõem, que será de luta e batalhadora”, declarou na abertura da atividade, Ernane Silveira Rosas, eleito na ocasião presidente da nova organização (veja abaixo relação da diretoria)

Líder histórica da categoria por ter contribuído para a criação e o crescimento de diversas organizações, entre elas o conselho profissional e a CNTU, Zaida Diniz, comemorou emocionada mais uma conquista: “Não tenho palavras para essa ocasião. Vamos trabalhar em prol da categoria.” “Estamos juntos nesta luta, a unidade faz a diferença. É muito importante essa federação”, afirmou o presidente da CNTU, Murilo Pinheiro, ao manifestar o apoio à iniciativa.

Vera Lessa, diretora do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), também saudou o nascimento da entidade de âmbito nacional: “Trazemos o nosso apoio e a nossa solidariedade a essa federação, que consideramos da mais alta relevância. Precisamos que companheiros como o Ernane, pela sua seriedade e competência, nos ajudem a ocupar os espaços de trabalho hoje existentes. A Febran vem suprir uma lacuna muito séria na representação dos nutricionistas.”

O secretário de Esportes, Lazer e Recreação do Município de São Paulo, Celso Jatene, foi mais um a prestigiar a fundação da Febran e manifestar seu apoio à entidade. Além disso, comprometeu-se a criar mecanismos para que aqueles que desejem praticar atividade física na cidade tenham acesso à orientação de um nutricionista. O vereador paulistano Toninho Vespoli (Psol) comemorou a criação da nova federação como um espaço de luta da sociedade civil e destacou a importância dos profissionais para a qualidade da merenda escolar.

Participaram ainda da assembleia a presidente do Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) 3ª Região, Beatriz Martins, os diretores da CNTU, Welington Mello, Maruza Carlesso, Allen Habert, Cláudio da Costa Manso e Fernando Palmezan Neto.

Diretoria e contato

Equipe eleita para a gestão 2013-2017

Presidente – Ernane Silveira Rosas
Vice-presidente – Darlene Ramos
Diretora administrativa – Zaida Maria Albuquerque Melo Diniz
Diretora administrativa adjunta – Clésia Silverio de Souza
Diretora de finanças – Rosemarly Fernandes Mendes Candil
Diretora de finanças adjunta – Izilda Georgia Cannalonga Rossi
Diretor de formação sindical – Rafael Rocha de Azeredo
Diretor de comunicação – Walter Moraes Souza

Suplentes 
Patrícia Miranda Mendes
Renata Thomaz Rosa Vignali
Hugo Leandro Vieira Moura Jatobá
Walmery Feitosa Tavares
Danilo Loubet
Eva Cristina dos Santos
Ebson Santo Moreira da Silva
Celenilda Maria Aciole Gonçalves Souza

Conselho Fiscal 
Titulares
Angélica de Kassia B. Flor
Richelly de Nazaré Lima
Madalena Valinotti Moya

Suplentes
Mareza Matiole
Maria das Graças Cavalcante Moraes
Kathya Elane Gonzales Guerra

Delegados junto à CNTU
Titulares
Ernane Silveira Rosas
Zaida Maria Albuquerque Melo Diniz

Suplentes
Walter Moraes de Souza
Rafael Rocha de Azeredo

A sede da Febran localiza-se na Rua 24 de maio, 104 – 8º andar – República – São Paulo/SP. Contatos pelo tefone (11) 3337-5263.

http://www.cntu.org.br/cntu/internas.php?pag=MjUwNw%3D%3D#sthash.L28EXw1C.F1rKQc4E.dpbs

1412757_621265657937099_1042937201_o